Nesta página listaremos os links. Originalmente, estes links refletem o apêndice A do livro, mas como prometido, estas páginas ficarão em permanente construção. Logo, pretendo incrementá-las bastante ao longo do tempo.

é importante entender que a Internet é um mundo em constante mutação. Logo, alguns destes sites podem ter saído do ar quando você acessá-los. Se você descobrir algum novo site interessante ou que algum dos endereços colocados aqui não são mais corretos, eu terei prazer em receber suas sugestões por e-mail.


1) Sites

Como quase sempre, quando queremos buscar informações na Internet, podemos começar procurando na WikiPedia. Este projeto mantém uma página interessante sobre algoritmos genéticos, no qual existem informações interessantes, links para outros sites com boas informações e para informações complementares sobre conceitos nos quais os GAs se baseiam.

Nenhuma referência a material público sobre algoritmos genéticos poderia estar completa sem mencionar o “Hitchhiker’s Guide to Evolutionary Computation”, (formato de arquivo para Acrobat Reader) e seu apêndice. O guia surgiu inicialmente como um guia para o newsgroup comp.ai.genetic, mas que cresceu de forma espantosa (a última versão acessada já tinha 116 páginas). Ele é organizado em forma de perguntas e respostas e sua (falta de) organização reflete o fato de ter múltiplos autores. Entretanto, é muito provável que a resposta para alguma pergunta que você tenha (ou pelo menos uma dica de onde encontrá-la) seja encontrado no guia. Existem vários sites que coontêm informações interessantes sobre algoritmos genéticos. Dois que podemos destacar são:

Como neste livro mencionamos outras áreas da computação evolucionária, você pode ter ficado interessado em uma delas. Como sempre a internet é uma fonte valiosa de recursos e muitas informações podem ser encontradas nos seguintes sites:



2) Comunicação com a Comunidade

Um dos grandes mecanismos de comunicação com a comunidade de algoritmos genéticos é o EC-Digest (antigo GAList), que é um bom lugar para se ver chamadas de congressos, pedir ajuda ou até auxiliar ao próximo (agora que vocês já estão extremamente proficientes na área de algoritmos genéticos). A mudança de nome da lista decorre da alteração de paradigma do conteúdo. Antigamente, nesta lista, só se falava de algoritmos genéticos. Entretanto, hoje ela evoluiu e lá se fala de programação genética, estratégias evolucionárias e todos os temas ligados à computação evolucionária como um todo.

Para se inscrever nesta lista, mande um e-mail sem assunto para este endereço com o texto subscribe EC-Digest-L . Logo após você receberá um e-mail de confirmação contendo instruções para se inscrever. Após alguns minutos, você será parte da grande comunidade mundial da computação evolucionária.



3) Código Fonte

Existem vários sites que oferecem código fonte de implementações de algoritmos genéticos. Um dos mais completos mantém uma listagem de cerca de 50 aplicativos em várias linguagens diferentes (C, C++, Java, Eiffel, Fortran, LISP e Matlab). As normas de utilização dos códigos disponibilizados estão contidas no próprio site e devem ser respeitadas, obviamente.



4) Produtos Comerciais

Não tenho nenhum interesse comercial em qualquer dos produtos listados aqui (e em nenhum outro existente). Logo, não considerem a presença ou ausência de um produto nesta lista como sendo uma recomendação da minha parte. A quantidade de aplicativos que usam GAs hoje é tão grande que seria impossível fazer uma lista exaustiva de produtos disponíveis no mercado.

Os seguintes estão disponíveis para compra e/ou licenciamento de forma a conseguir software com apoio profissional. é importante buscar, antes de se decidir por qualquer um deles, ferramentas que sigam a filosofia open source ou não comerciais, que listamos na próxima seção, que podem eventualmente ser mais adequadas para sua empreitada.

Entre os softwares existentes, podemos apontar:



5) Produtos Não Comerciais

Existem dezenas de produtos não comerciais cujo código fonte está disponível para uso. Muitos são bem comentados, outros são bibliotecas de usos. Listamos a seguir uma relação resumida, alguns dos quais foram originalmente referenciados em (Carvalho, 2003) e no FAQ intitulado “Hitchhiker's Guide to Evolutionary Computation”.

Os softwares são os seguintes:



6) Revistas e Periódicos

Seguem abaixo alguns dos principais periódicos e revistas disponíveis no meio científico para que você possa se manter a par das novas pesquisas na área de algoritmos genéticos. Novamente, a presença ou ausência de um periódico nesta lista não é indicativo de qualidade, posto que a listagem não é, de maneira nenhuma, exaustiva. Ademais os periódicos descritos nesta seção publicam artigos decorrentes de pesquisas novas e, geralmente, inovadoras, o que pode fazer com que sejam leitura extremamente difícil para um iniciante na área.

Estes periódicos, assim como muitos outros, estão disponíveis no excelente Portal de Periódicos da CAPES.



7) Conferências

Na década de 80, o progresso dos algoritmos evolucionários e sua popularização no meio científico fizeram com que surgissem as primeiras conferências dedicadas exclusivamente a estes tópicos. Em termos internacionais, podemos destacar alguns eventos, listados em (Eiben 2003):

Existem também eventos nacionais que, apesar de não serem dedicados única e exclusivamente aos algoritmos evolucionários, dão a esta área um grande destaque. Entre eles podemos destacar:

é importante ressaltar que nenhum dos eventos nacionais é dedicado exclusivamente a algoritmos evolucionários e é possível que, em alguma edição, haja muitos poucos artigos ligados a EA. Entretanto, pelo seu caráter científico e tecnológico, estes são eventos que sempre interessarão a uma pessoa verdadeiramente dedicada à área.



8) Informações biológicas

No capítulo 2 nós tentamos oferecer uma introdução simples e compacta sobre os conceitos biológicos usados como inspiração dos algoritmos genéticos. Devido ao fato do público alvo deste livro ser composto de informatas, e não biólogos, esta seção ficou bastante incompleta. Assim, listamos aqui alguns sites que podem ajudar àqueles que queiram complementar estas informações.

Para compreender bem a teoria da evolução, o surgimento da vida e até mesmo algumas teorias contrárias à de Darwin, um bom site para é este aqui. Outro site que pode lhe ajudar bastante é este. Para entender melhor a história do descobrimento do DNA, sua função e como ele se relaciona com as proteínas, um excelente site é este aqui, fonte inclusive de parte da informação listada no capítulo 2.

A Wikipedia, sempre uma fonte interessante de subsídios, pode lhe fornecer informação sobre os cromossomos, no site de endereço dado aqui.

A sua compreensão sobre o DNA e o dogma central pode ser ampliada através da informação contida neste site. Lá também estão armazenadas informações sobre o RNA, mutações e outros conceitos biológicos interessantes.

Outro ponto importante é a associação entre genótipo e fenótipo. Algumas informações interessantes podem ser encontradas aqui e, como sempre, na Wikipedia, neste endereço e neste.

Estes sites são apenas uma sugestão para uma introdução rápida. Muitos outros existem, em todos os níveis imagináveis de profundidade. Use as capacidades do seu buscador favorito para encontrar muito mais informação disponível na internet.


 

Template provided by WEBalley